Andrea de Cesaris: um piloto que deixou sua marca na F1

De Cesaris 90Domingo escroto para a Fórmula-1. Além do terrível acidente do Bianchi, faleceu hoje Andrea de Cesaris. Um dos pilotos mais simpáticos e carismáticos dos anos 80 e 90. De Cesaris sofreu um acidente de moto na Itália e morreu na hora.

É um dos pilotos com maior número de GPs disputados (208 largadas) e recordista de número de GPs sem vitórias. Correu na F1 entre 1980 e 1994. Passou por 10 equipes (Alfa Romeo, McLaren, Ligier, Minardi, Brabham, Rial, Scuderia Italia, Jordan, Tyrell e Sauber), mas sem conseguir resultados de muita expressão.

De CesarisConhecido também por The Crasheris, foi um dos maiores destruídores de carros da época. A história mais interessante dele é a de sua última corrida. Durante o briefing entre os pilotos antes da prova, De Cesaris distribuiu, para cada piloto, uma pequena caixa. Muitos falaram que eram os espelhos retrovisores que ele nunca tinha usado na F1.

Abaixo, vídeos de algumas de suas peripécias:

Renato Citrini

Pensa que é piloto. Pensa que anda bem de kart. Pensa que entende de F-1. Pensa que um dia ia montar uma equipe. Pelo menos, pensa.