História: GP do Canadá 1991

Esse foi um dos momentos “mágicos” de Mansell. O inglês vinha liderando o GP do Canadá, com 58s de diferença para o segundo colocado, Nelson Piquet.

Na última volta, já acenava para a torcida quando seu carro apagou na saída do hairpin – supostamente as rotações teriam baixado tanto que o motor apagou. Curta esse momento – se preferir, o segundo vídeo é com a narração do rouco Galvão:

 

Renato Citrini

Pensa que é piloto. Pensa que anda bem de kart. Pensa que entende de F-1. Pensa que um dia ia montar uma equipe. Pelo menos, pensa.